domingo, outubro 12, 2008

Dia da Criança 2008

Infelizmente este ano não vou poder fazer a festa do Dia da Criança aqui em casa, como no ano passado e em 2006. Meu filho e minha nora estão envolvidos numa semana acadêmica no CESNORS, onde lecionam, e não poderão vir. Eu já estava programando cama elástica e tudo o mais e tive que suspender. Aguardem o ano que vem, que, se Deus quiser, será melhor do que o que estamos passando, cheio de contratempos.


Deixo aqui a minha homenagem às minhas netas e a todas as crianças. Mesmo as que já cresceram:
























































.























C R I A N Ç A



Entre a inocência da infância e a compostura da maturidade,há uma deliciosa criatura chamada criança.
Embora se apresentem em tamanho, pesos e cores sortidos, todas as crianças tem o mesmo credo: aproveitar cada minuto de todas as horas de todos os dias e protestar ruidosamente ( pois o barulho é sua única arma ) quando seu último minuto é decretado e os adultos os empacotam e os colocam na cama.
Crianças são encontradas em toda parte: em cima de, embaixo de, dentro de, subindo em, balançando-se no, correndo em volta de, pulando para...
As mães as adoram, irmãos e irmãs mais velhos assuportam, adultos as ignoram, o céu as protege.
Uma criança é a verdade com o rosto sujo, a beleza com um corte no dedo, a sabedoria com um chiclete no cabelo, a esperança do futuro com uma rã no bolso.
Quando você está ocupado, uma criança é uma conversa fiada, intrometida e amolante.
Quando você deseja que ela cause boa impressão, seu cérebro vira geléia ou ela se transforma numa criatura sádica e selvagem empenhada em destruir o mundo ao seu redor.
Uma criança é um ser híbrido: o apetite de um cavalo, a energia de uma bomba atômica de bolso, a curiosidade de um gato, os pulmões de um ditador, a imaginação de um Julio Verne, o retraimento de uma violeta, o entusiasmo de um bombeiro e quando se mete a fazer alguma coisa é como se tivesse cinco polegares em cada mão.
Gosta de sorvete, canivete, serrote, pedaços de pau, bichos grandes, dos pais, sábados, domingos e feriados e mangueiras d'água.
Não é partidária do catecismo, escola, livros sem figuras, lições de música, colarinhos, barbeiros, agasalhos, adultos e "hora de dormir".
Ninguém se levanta tão cedo , nem chega tão tarde para o jantar.
Ninguém se diverte tanto com árvores, cachorros e mosquitos.
Ninguém é capaz de colocar num só bolso: um canivete enferrujado, uma maçã comida pela metade, um metro e meio de barbante, um saco plástico, dois chicletes, três moedas, um estilingue e fragmentos de substância ignorada.
Uma criança é uma criatura mágica; você pode mantê-la fora de seu escritório, mas não pode expulsá-la de seu coração.

Pode pô-la fora da sala de visitas, mas não pode tirá-la de sua mente.
Queira ou não, ela é seu captor, seu dono, seu patrão, um nanico, um saco de encrencas.
Mas, quando, à noite você chega em casa com suas esperanças e seus sonhos reduzidos a pedaços, ela possui a magia de soldá-los num segundo, pronunciando duas simples palavras: "alô papai, alô mamãe"....
( autor desconhecido)





ORAÇÃO DA CRIANÇA:

Segura a minha mão
nas tuas mãos, Senhor.
Ilumina os meus caminhos
pra não me perder,
Senhor, segue os meus passos
para onde eu for,
e segura a minha mão, nas tuas mãos...
Senhor.





UPDATE:

Este post já estava programado e não tive como vir aqui antes.
Minhas netas vieram ontem por causa de uma cirurgia de urgência da outra vó. Foi tudo bem. A cirurgia foi feita às 14hs e às 20hs ela saiu da sala de recuperação. Está tudo nos conformes.

Como era dia da manicure, elas fizeram as unhas, que já estavam compridas e suuujas, depois estivemos com elas na chácara para comer pitangas. A Maria Antônia disse que acha que nasceu embaixo de uma pitangueira, de tanto que ela gosta de pitangas. Fizeram a festa, correram e brincaram.

À noite fomos ao shopping, escolha feita por elas. Brincaram, tomaram sorvetes e fizeram compras. Na correria a vó esqueceu de levar a máquina para tirar fotos e as do celular ficaram péssimas.



Hoje acordaram com toda a corda e há pouco, antes de saírem, a Maria Clara deu um show de canto e dança lá no pátio.

Foi um Dia da Criança feliz!

.

5 comentários:

tita coelho disse...

Rosinha,
Feliz dia das crianças para tuas netas :)
beijos

O Profeta disse...

Atravesso o céu em sonhos
Três aves do mar, três raios de sol, três punhais
Seguem-me apontados à solidão
Ah este vento que sopra nos brandais



Um feliz domingo para ti



Mágico beijo

Luma disse...

Rosamaria, que gostoso deve ser avó!! Muito cute suas netas!!
Boa recuperação para a outra vozinha!! Feliz dia das crianças!! Beijus

Velazquez disse...

Adorei ver as fotos das meninas!
De qualquer maneira, fizeram a festa, mesmo que improvisada!
Essas é que são as melhores.
Adorei a Maria Antonia ter dito que acha que nasceu debaixo do pé de uma pitangueira...hahahahha!
Que amor!

Ana disse...

Estão cada vez mais lindas!
E expressam doçura, alegria, arte... Dá para sentir pelas fotos que são crianças felizes, aproveitando cada momento...
Parabéns, Rosinha!

 
^