sábado, maio 31, 2008

O triste fim de Bryan Lee Curtis e o cigarro

.



Bryan (corBryan (como era antes) com o seu filho no colo


Na cama, de olhos semicerrados, a boca aberta no esforço desesperado por ar, a cabeça sem cabelos, os ossos salientes pela magreza do doente terminal. No colo dele, uma fotografia tirada apenas dois meses antes daquele momento final. Na imagem, um homem robusto, musculoso e de farta cabeleira loira aparece com o filho pequeno nos braços. A divulgação das fotos chocantes foi o último desejo do moribundo, Bryan Lee Curtis, um americano de 34 anos devastado pelo câncer nos pulmões. O motivo para tornar pública a própria agonia foi a esperança de servir de alerta sobre os malefícios do cigarro. Enquanto agonizava, em 3 de junho, sua mãe ligou para o St. Petersburg Times, jornal da cidade de St. Petersburg, na Flórida, pedindo a presença de um fotógrafo. As 11h56, Bryan morreu em casa, ao lado da mãe, da mulher, Bobbie, e do filho Bryan Jr. de 2 anos. Em poucos dias, o retrato de sua morte espalhou-se pelo mundo.


Sua esposa, filho e Bryan nos últimos momentos da sua vida



O que choca na imagem é a certeza de que não se trata de modelos maquiados num estúdio. Bryan estava morrendo e o cigarro - ele começou a fumar aos 13 anos, consumia dois maços por dia e só parou às vésperas da morte, quando lhe faltou força para aspirar a fumaça - foi realmente o principal responsável pela doença.

Ele só soube do câncer em abril, ao procurar ajuda médica com fortes dores abdominais. Não havia o que fazer. Tratava-se de uma das formas mais agressivas da doença e o fígado já havia sido tomado pelo tumor. "Esse tipo de câncer costuma ser devastador e acomete 15% dos doentes", diz a médica Nise Yama-guchi. vice-presidente da Sociedade Brasileira de Cancerologia.

Quando soube que estava condenado a perder a batalha contra o câncer, Bryan formalizou seu casamento, chamou o filho e uma sobrinha de 9 anos para uma conversa sobre os motivos da morte que se aproximava e decidiu transformar as imagens de sua aflição em bandeira contra o tabagismo.


Fonte: Revista Veja
30/06/99


Eu sei que para quem tem o vício do cigarro isso não vai adiantar nada, talvez nem todos os esforços desta blogagem ou aquelas fotos chocantes nas carteiras de cigarro. Mas todos conhecem aquele ditado:"água mole em pedra dura, tanto bate até que fura." Se uma pessoa que seja procurar recursos ou deixar de fumar já é uma vitória.

Tenho amigas que, bem mais novas que eu, parecem mais velhas. Elas querem saber que cremes eu uso ou o que que eu faço pra ter uma pele boa e o cabelo sem aquele aspecto de palha, de cabelo pintado. E a minha resposta é: eu nunca fumei.

12 comentários:

Rosamaria disse...

Blogger Kenjiro disse...

Rosinha, o problema era aquele tua parte do post de "calcular dependencia do cigarro". Deletei aquela tranquera e tudo normalizou-se.

Viu só, cigarro faz tão mal que estopora até o blog dos não fumantes.

De qualquer forma, salvei aqui uma cópia do código daquele post (completo), caso tu ainda queiras postar de novo. Mas já digo que como está vai estoporar o blog de novo. Como não vou ter tempo de olhar o código pra ver o que está dando pau na kombi...

Carlos Emerson Jr. disse...

Uma história triste e impressionante. E as novas imagens que vão decorar as embalagens dos cigarros são horríveis, de dar medo mesmo!
E tem que ser assim, para ver se assusta a turma do cigarrinho.
Um beijo e bom domingo.

Lulu on the Sky® disse...

Tb participo dessa blogagem coletiva contra o tabagismo.

Infelizmente as pessoas esquecem que o cigarro tb é considerado como droga pq cria depêndencia fisica e psicológia e o pior mata.

Big Beijos

Luci Lacey disse...

Rosa

Que fim triste.

Tadinha da crianca, ver o pai ir embora desta forma tragida e evitavel.

Acho uma sacanagem o governo colocar estas fotos terriveis, ele esta alertando do risco, mas nao o corta pela raiz, fechando as fabricas, sem cigarros no mundo.

Mas, nunca o farao, o arrecadamento do cigarro e bilionario.

Muito bom o seu post.

Beijinhos

Luci Lacey disse...

Respondi o seu meme hoje.

Beijinhos

NANDO DAMÁZIO disse...

Desde criança que eu vejo esta foto e posso dizer que ela é um dos principais motivos por eu ter medo de fumar ..

Quem bom que você nunca fumou, Rosa, eu também não suporto ..
Muito obrigado pela sua valiosa contribuição na Campanha, cumprimos a missão !!
Abração, até logo !!

Georgia disse...

Oi Rosa, tb estou na blogagem. Eu imagino a dor que deve ter sido para essa família a perda desse pai, esposo e filho. É triste ver que maes estao enterrando seus filhos.

Bom domingo

tita coelho disse...

Rosinha,
tem presente procê lá no meu blog!

beijos

Osc@r Luiz disse...

Amiga, querida

Venho aqui agradecer o carinho e a solidariedade ao pedido que fiz de orações destinadas à nossa amiga Bete, mas sobretudo trazer uma boa notícia que acaba de me chegar através da sua irmã Gloria:

OSCAR

VENHO AGRADECER A PREOCUPAÇÃO DE TODOS E FELIZMENTE AVISAR QUE ELISABETE JA ENCONTRA-SE EM UM APARTAMENTO,NENHUM ORGÃO FOI ATINGIDO E FORA DE PERIGO,AGORA É SE RECUPERAR!

OBRIGADA A TODOSSSSSS!
GLÓRIA


Agradeço então a todos pela contribuição que deram para que a Bete tivesse as melhoras que teve, através de orações e pensamentos positivos.
Muito obrigado, meus amigos! De coração!
Logo ela vai estar entre nós, brincando como sempre o fez!
Me desculpem o comentário “tipo carimbo”, mas é que graças a Deus, não foram poucas as pessoas que se somaram a nós!
Muito obrigado e uma semana iluminada a todos!

Beijos!

Sonho Meu disse...

Apesar de ter vivido minha mocidade naquela epoca que furmar era charmoso...eu nunca caí na tentaçao. Os motivos estao la no meu post da blogagem coletiva.
Triste fim desse moço.
bjs,
me

NANA disse...

Tem gente que diz que essas imagen não resolvem muito pra quem fuma, mas acredito que quem não fuma, vendo isso, pensará duas vezes antes de começar...
Muito Obrigado pela contribuição na Blogagem!
Beijinhos

Magui disse...

Putz!!Foto chocante mesmo.Ele nem pensou na esposa.Olha o desespero da mulher.Vc é bonita e não é só porque nunca fumou.

 
^