segunda-feira, junho 04, 2007

Meio ambiente - desertificação

.


Hoje, dia 5 de junho, é o Dia da Ecologia e este post atende o pedido do Lino, feito através da Luci.




Os aspectos que envolvem a preservação do planeta, de um lado, e a recuperação do que já foi danificado, do outro, tem merecido a atenção do mundo civilizado.

Os resultados obtidos pelas sondas exploradoras sobre a superfície do planeta Marte sugerem que lá, num passado distante, teria havido água. Os cientistas que dirigem estas investigações estão a todo o momento alertando sobre os riscos que corremos de ver também a Terra, à médio prazo, ficar privada desde bem essencial para a vida.

Os estudos que apontam para esta possibilidade vêem se multiplicando e mostram que não são recentes as evidências.





.


Pesquisas desenvolvidas por um jovem arqueólogo americano, visando identificar no tempo, o até hoje discutível momento da construção da Esfinge, incomparável monumento egípcio, com corpo de leão e cabeça de gente, que se crê ser o retrato do faraó Kéfren, montando guarda à sua tumba, teria ocorrido há mais de 10 mil anos antes de Cristo. Segundo seus estudos, esta região hoje conhecida como Gizeh, onde estão a esfinge e as três pirâmides, seria, naquela época, coberta por extensa vegetação aí existente. Entre suas justificativas o pesquisador invoca que o regime pluvial normal na época, seria a causa dos sulcos hoje existentes no corpo da esfinge, como pode-se facilmente constatar. Através dos séculos, várias vezes a esfinge submergiu na areia, deixando a descoberto somente sua cara enigmática de cinco metros de altura; a cada vez o homem teve de libertá-la.




Foto daqui.

Mais perto de nós, aqui no Rio Grande do Sul, é visível o processo de desertificação em andamento em alguns municípios da fronteira oeste, em muitos casos decorrentes de um mau manejo de solo. São Francisco de Assis, Manuel Viana e Alegrete, para citar apenas aqueles mais atingidos, grandes extensões de terra estão hoje comprometidas.

A questão ambiental pode ser abordada por inúmeras facetas. Atenho-me a esta que diz respeito à desertificação, na expectativa de que minha contribuição possa ser considerada de algum valor.


.

17 comentários:

Luci Lacey disse...

Oi Rosa

Bom dia

Ficou otimo seu post.

Parabens.

Tenha uma otima Terca.

Beijinhos

Graziana disse...

Rosa, ficou muito bom ;)
guria, vou ver o que escrevo, talvez use o ultimo post!
estou numa correria hoje e sem internet em casa!!! mas vou postar sim!!!
bjocas

Graziana disse...

bom, publiquei!!! bjocas

Laura disse...

Tb achei mto bom, vc fez o seu post, eu só copiei, ando sem tempo :)
bj Laura

Fábio Max Marschner Mayer disse...

São tantas as preocupações e as frentes onde devemos agir né?

Mas o que importa é que a idéia de preservar o mundo está se alastrando, de semente, já é um talo...

Sheherazade disse...

Olá!
Participo da blogagem coletiva e estou visitando os demais blogs, pra dar o meu apoio a essa nobre causa. Parabéns pelo seu post!

Um abraço!

Grace Olsson disse...

Rosa, eu tenho brigas homéricas com os banhistas...Nao deixo de jeito nenhum eles sujarem as praias....Post lindo o seu e muito esclarecedor. O PLANETA ´[e nosso e devemos nos unir para defendê-lo.Dias felizes...

Lino disse...

Com tantas e tão variadas informações disponíveis só não vê que a questão ambiental é muito séria quem é cego ou mal intencionado.
Obrigado pela participação.

Poliane disse...

Eu acho q eu já te visitei!! hehehe

Não imaginava que no Rio Grande do Sul estava nessas condições! Alarmante!!

São ações como a nossa que esperamos algum resultado!

Chawca disse...

Isso é a prova de que os problemas estão batendo a nossa porta cada vez mais rápido..
Excelente post, uma visão diferente e pessoal...

Parabéns,,,

Renata disse...

Muito interessante o foco que vc escolheu para o seu post, parabéns! Eu tb não sabia da situação do Rio Gde do Sul...
bjo e bom feriado!

Maria Helena disse...

Rosamaria,
É necessário a conscientização globalizada para este problema, mas parece que a sementinha já está brotando.
Belo post.

Marluci Costa disse...

Fantástica a iniciativa do Lino e muito feliz a sua adesão ao movimento. Adorei !!!!
Não podemos deixar somente para a data comemorativa, temos que dar continuidade durante todo o ano, durante toda a vida...

Rosamaria disse...

Obrigada a todos pela visita.

Estou meio adoentada, uma gripe muito forte, com a casa cheia e não pude responder a cada um de vocês, o que peço desculpas.
Assim que puder quero visitar a todos.

Bjs.

Bruna disse...

Oi Rosa,

Li que em alguns pontos de Alegrete há crateras de até 50 metros de profundidade. Demais, né?

Muito bom seu post, parabéns.

Um grande beijo

Ronald disse...

Aliás de muito valor Rosamaria, seu tema, com as dos demais formam um repositório fantástico de pesquisa...

Ana disse...

Não posso nem imaginar nosso pampa virando deserto...

Educação - esta é a palavra!

 
^