quarta-feira, agosto 17, 2011

A vida sugada por um ralo de piscina

.

Quem frequenta meu blog já ouviu muito sobre a história da Flávia, do blog Flavia, vivendo em coma..., pois muitas campanhas foram feitas para que Odele, sua mãe, conseguisse justiça.
Acompanhe o que a jornalista Elaine Brum disse na Revista Época, onde ela conta mais uma tentativa desta  mãe guerreira, para evitar que mais alguém sofra acidentes em piscinas, reunindo um grupo, em Brasília, para propor uma emenda ao projeto de lei federal que tramita no Congresso, em que o Deputado Darcísio Perondi (PMDB - RS) é relator.

Perguntada pela jornalista por que a Odele briga tanto para que os filhos dos outros não morram, ela deu esta resposta que me deixou emocionada mais uma vez:

"- A luta por uma Lei Federal para Segurança em Piscinas, com ênfase na sucção dos ralos, significa muito para mim. Além da indiscutível importância pública, essa luta me ajuda a conviver com o fato de ter visto Flavia crescer numa cama sem possibilidade de se tornar uma jovem como qualquer outra de sua idade. Sem a chance de estudar, se divertir, namorar, enfim, viver a sua juventude de forma saudável. Essa luta me ajuda a conviver com o fato de ver Flavia crescer nessa “cama-casulo”, se tornando uma borboleta. Que essa minha luta possibilite à Flavia, mesmo presa e imobilizada em seu estado de coma, voar o mais alto que ela possa. Que Flavia voe alto e longe e que leve às outras vítimas desse tipo de acidente – e são muitas – uma mensagem de amor, de resistência e de cidadania por alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas. Antes da tragédia ocorrida com Flavia, poucos sabiam que ralos de piscinas – se vendidos, instalados e mantidos fora dos padrões de segurança – podem prender embaixo d’água uma pessoa pelos cabelos, ou por qualquer outra parte do corpo. Antes do mergulho sem volta de Flavia, poucos sabiam que ralos de piscinas podem matar ou deixar uma pessoa em coma. Com minha luta tento compensar, se é que isso é possível, a dolorosa convivência com o silêncio ao qual Flavia foi condenada a viver. Diante da cruel imobilidade imposta à minha filha, eu não me permito ficar imóvel. Diante da imobilidade e do silêncio impostos à Flavia, eu preciso estar em constante movimento. E preciso gritar. Gritar por mim, por Flavia e por todas as vítimas que morreram afogadas enquanto nadavam em uma piscina sem segurança."


Odele deixou a  Câmara dos Deputados com a promessa de que sua proposta será incluída e que o projeto será votado o mais rápido possível .


Espero, de coração, Odele, que Deus continue a te dar forças  e consigas vitória em tua constante luta. 


Ajude assinando a petição para a segurança nas piscinas clicando no selinho abaixo e que fica sempre ali na lateral.




Petição Por uma Lei Federal para a Segurança nas Piscinas. Pfvr. Clica e assina. OBRIGADA.



.

4 comentários:

Vivien Morgato : disse...

Muito chocante a história de Flávia.;0(

Ângela Coelho disse...

Odele é uma lutadora e defende Flávia e as outras vítimas com uma tenacidade de Leoa e luta para não haver outros casos iguais.
Já assinei a petição.
Beijos.

Odele Souza disse...

Rosa querida, obrigada por este post. A Lei há de sair.
Beijos.

Ronald disse...

È complicado a luta da Odele, mas acredito na vitória dela.

Passei aqui pra dizer que estou vivo e agradeço o link das Cataratas em 3D, já enviei a todos meus contatos.

Felicidades mil, querida...

 
^