domingo, março 23, 2008

Páscoa 2007

.



Acho que estou sensibilizada por causa do tombo e estar numa cadeira de rodas, pelo menos até a semana que vem, que tenho pensado muito em como a vida da gente está sempre mudando, algumas coisas para melhor, outras não.

Eu quase nunca leio o meu horóscopo. Ontem, ao abrir meus e-mails lá estava:


A Roda da Fortuna Meditando sobre as flutuações da vida Como diz a canção, Rosamaria, “tudo muda o tempo todo no mundo”. Não se deixe iludir pela aparente estabilidade das coisas, pois a natureza da vida é a impermanência, a temporalidade, todas as coisas passam, mudam, o que estava no alto cai e o que estava embaixo ascende. Neste momento, tenha sabedoria suficiente para não se deixar levar pelas flutuações da existência, não deixe que seu humor flutue e fique à mercê dos acontecimentos. Mantenha-se firme em seu centro, observando as coisas que acontecem com um maior distanciamento. Fazendo isso, você saberá aproveitar melhor as oportunidades que virão e saberá distanciar-se dos eventuais azares que lhe ameaçarão.

Conselho: Medite a respeito do fato das coisas serem passageiras na vida.



E como são!!!
Na Páscoa e no Natal era quando mais trabalhava. Durante o dia, enquanto minha ajudante estava, fazia os bombons comuns, depois que ela saia eu entrava noite adentro, quase sempre até três e meia, quatro horas da manhã, fazendo os trabalhos mais delicados. A sala com ar condicionado, o som tocando minhas músicas preferidas e eu longe do mundo, concentrada no meu chocolate e nos meus pincéis.



Tenho muito poucas fotos,(aqui, aqui e aqui )não tinha máquina de fotografias e não dava tanta importância. Tinha a certeza que ia continuar fazendo sempre e não precisaria registrar tudo o que fazia.




Mas a vida mudou meus planos. A tendinite, devido aos movimentos e a hereditariedade de problemas articulares, me fez parar, não só com o chocolate, mas com o tricô, o croché, pinturas e, por último, com o teclado. Não desisti de vez, ainda espero poder fazer muitas coisas.







A maior virada, porém, foi a saída dos meus filhos de casa. Na roda viva da vida eles cresceram e seguiram seus caminhos. Se formaram, arrumaram empregos fora, casaram, vieram as netas e eu fico aqui, com o coração apertadinho de saudade.

Todos os anos na Páscoa a gente se reúne, como no Natal. Ano passado já não pude trabalhar, mas este ano foi diferente. Nenhum filho pode vir e nós, por causa da minha impossibilidade de viajar, vamos passar sozinhos.
Eu ficarei sempre aqui, orando e pedindo por cada um deles, de braços abertos aguardando o abraço, o beijo carinhoso como só eles sabem dar.


E eu vou aproveitar para meditar a respeito do fato das coisas serem passageiras na vida.


Feliz Páscoa pra todos que vierem aqui!






~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Escrevi isso ontem, mas não quis postar. Hoje passei o dia envolvida e não consegui vir aqui. Agora fui ver meu horóscopo que só dizia coisas boas, recomendando que eu relaxe e tenha confiança, que a tendência natural das coisas será fluir naturalmente, sobretudo se ao invés de forçar a barra eu exercite a inteligência e procure fazer valer meus bons relacionamentos.

Uau! Será que eu fui sugestionada? Ontem eu estava triste porque além de não poder fazer as coisas que eu gosto, ainda estava longe dos filhos e netas. Hoje estou melhor, mas já estava antes de ler o horóscopo, mesmo assim não vou ler mais.

Espero que todos vocês tenham tido uma Páscoa muito feliz.


Quero registrar o aniversário de duas pessoas especiais:





da Rita, sobrinha querida e








da Lígia, amiga que mora no meu coração.





Parabéns, queridas!


.

8 comentários:

Oliver Pickwick disse...

Um ótimo Domingo de Páscoa, querida amiga. Que todos estes significados que tal período representam para você, engrandeçam ainda mais este seu coração repleto generosidade e cortesia.
Escreveste uma bela história familiar, portanto, não tem do que reclamar. Tendinite? Torção no pé? Ora, afinal para que servem aqueles saquinhos catalogados de remédios que tem aí. Seus efeitos às vezes demoram um pouco, mas, logo, estará de volta aos seus doces e outras coisas que a fazem sentir feliz. Nem vai precisar consultar horóscopos.
Beijos!

JoJosho disse...

See here or here

Marcia disse...

Rosa, eu sei como é chato ficar presa por um tempo.
é muito chato e nossas emoções ficam à flor da pele...
não há nada a fazer senão dar o tempo para que o corpo se cure (o bom é que ele se cura).

sábia carta da Roda da Fortuna.
e a grande sabedoria da mitologia, sabe qual é?
é que só atinge o equilíbrio quem consegue se mover NO CENTRO da roda, e não pendurado nela como se fosse uma roda gigante (que sobe, mas desce).
mas o centro equilibrado, onde está?
está no interior...

beijão

Luci Lacey disse...

Rosa

Parabens a Rita e Ligia.

Sei muito bem como se sente Rosa.

Mas e o curso natural de nossas vidas nao eh?

O importante e que eles estejam bem.

Feliz finalzinho de Pascoa para vc e o Taba.

Boa semana.

Beijinhos

Roseane, disse...

Desejo melhoras e uma ótima semana!!!

Rosamaria disse...

Oliver
Obrigada, cosquirídia!Que tua páscoa tenha sido bem doce.
Aqueles remédios são do meu marido que, apesar de ser safenado e tomar tudo aquilo, está melhor do que eu.

Jojosho
Morro de medo de vírus. Sorry!

Márciaaaa!
Que bom receber tua visita de novo! Tenho muita saudade de vocês.
Tu és mestra também nessa arte e sabes a importância da roda. Vou tentar me equilibrar no centro dela.

Luci
Tu sabes bem como é ficar longe deles, principalmente em dias especiais, né?

Roseane
Obrigada, querida!

Bjão e obrigada a todos.

Maria Helena disse...

Rosamaria,
Desejo as suas melhoras. Espero que fique curada o mais rápido possível.
Com toda essa habilidade, com todo esse engajamento social e humanitário, vc é uma pessoa especial. Parabéns minha amiga.

Rosamaria disse...

Maria Helena

Obrigada!

Bjim.

 
^