domingo, fevereiro 03, 2008

Salto do Yucumã

.

Mas o passeio mais bonito foi ao Salto do Yucumã.




O Salto Yucumã, dentro do Parque Estadual do Turvo, é de uma beleza ímpar. Localizado no noroeste do estado do Rio Grande do Sul e fronteira com a Argentina, este é considerado o maior salto longitudinal do mundo com cerca de 1800 metros de comprimento. As quedas pertencem ao país vizinho, mas só do lado brasileiro é possível admirar toda a beleza do salto. O Parque Estadual do Turvo é uma das poucas áreas no sul do país que não foram devastadas pelo homem, sendo refúgio de bichos ameaçados e mais de 200 espécies de aves, sendo a maior floresta do Rio Grande. O parque é também o reduto no sul do maior felino da América do Sul, a onça pintada.







Yucumã vem da língua Tupi-Guarani e significa "Salto Grande". O Salto é formado pelas águas revoltas do Rio Uruguai, que no local abre uma fenda na rocha basáltica no sentido do curso do rio com profundidades em torno de 90 a 120 metros. A altura do salto varia conforme o nível do rio, sendo este coberto nos períodos de cheias e chegando a atingir cerca de 15 metros de altura na estiagem. Quando estivemos no local o salto se encontrava com cerca de 2 metros de altura. A fenda aberta no rio canaliza quase todo o volume de água do rio que desce no local com uma velocidade muito grande, formando uma cortina de água com 1800 metros e tendo a vegetação exuberante da reserva ecológica de Tucumã na Argentina de fundo.

O Parque Estadual do Turvo possui uma área de 17.492 ha e ocupa quase 50% da área do município de Derrubadas onde se localiza. A sede do parque fica a cerca de 5 kms do centro da cidade e o Salto do Yucumã a cerca de 15 kms da sede do parque, por uma estradinha onde é quase certo o visitante se deparar com a presença de animais que vivem na região, além da beleza da mata nativa ao redor.

Vocês podem ver mais sobre o Salto do Yucumã aqui, aqui e aqui.




Não podíamos perder a oportunidade de tirar fotos neste cenário maravilhosa.





A cara de tristeza da Maria Antônia é porque ela queria andar de pé no banco e com a cabeça pra fora no teto solar, o que só é permitido em estradas de pouco movimento como aquela. E ela conseguiu! Na volta até a mãe foi junto (acho que a mãe gosta mais que elas!)






Saímos de lá já estava escurecendo...





...e fomos jantar com nossa amiga Fabinha, na Pizzaria Fornalha em Frederico Westfalen.

Passamos por diversos municípios. Foi uma viagem ótima!!!


.

4 comentários:

Sonho Meu disse...

Eu conheço uma pequena parte do RGS, ou seja, só o caminho do aeroporto até Gramados. Achei tudo muito lindo, parece até que estamos na Europa ou alguns country road aqui dos States.
Gostaria de um dia e com mais calma e menas pressa pra poder conhecer todo o sul do Brasil, que deve ser lindissimo e diferent do nordeste que conheço de cabo a rabo.
bjokas,
me

Maria Helena disse...

Rosamaria,
O Brasil é realmente exuberante, um território imenso, repleto de belezas naturais.
Belo passeio.
Bjs

luxuriante disse...

Lindo esse local!

DiegoDotta disse...

O maior salto longitudinal do mundo pode desaparecer, mas isso não é nada perto do desastre que pode causar para as cidades vizinhas e o meio ambiente. Ou será o contrário? Veja mais em:

http://www.youtube.com/user/diegodotta#p/u/2/nyYW0PW3e4w

 
^