sexta-feira, setembro 07, 2007

Independência ou Morte!

.





Convite da Veridiana do blog 30 & Alguns







Li, gostei e repasso pra vocês, o texto da advogada, artista plástica e diretora pedagógica Cibele Meyer:


Viver sem independência é preferível morrer! Este é o nosso grito que ecoa desde 1822.

A tão sonhada liberdade banhada por raios fúlgidos.
Nunca conseguiu brilhar no céu da nossa Pátria.
Apesar de termos, braço forte,
Nunca conseguimos conquistar o penhor da liberdade!
E no seio da Pátria Mãe, aconchega-nos, para que não,
Precisemos desafiar o nosso peito a própria morte.

Tu que és Pátria, tão amada! Por nós idolatrada!
Salve-nos!! Salve-nos!!

De amor e de esperança, descemos a terra.
Seguindo o céu risonho e límpido,
E um cruzeiro resplandecente!
Deixando-nos morrer numa fronteira
Em busca de um sonho intenso!

Gigante, pela própria natureza.
Que te fez tão cobiçada.
Eras bela e antes forte como um colosso,
Teu futuro não mais espelha a grandeza,
Nem de mata, nem de água,
Nem de honra, nem de nada...

Tu que és Pátria, tão amada! Por nós idolatrada!
Salve-nos!! Salve-nos!!

Do que a terra mais garrida,
Protege teus filhos!
Para que não sejam confundidos,
E mortos,
Em casa alheia.
Para que não precisem,
Arriscar a vida,
Em terra que não se USA

Tu que és Pátria, tão amada! Por nós idolatrada!
Salve-nos!! Salve-nos!!

Brasil! “Mostra a tua cara!”.
O que ostentas afinal?

Para onde foi o verde-louro desta flâmula?
Que foi glória no passado,
E jamais será paz no futuro.
Erguida a clava forte,
Aqui jaz, Justiça!
Verás que os filhos teu
Não temem, só tomam.

E mesmo assim, terra adorada!
Entre outras mil,
És tu, Brasil.
Oh! Pátria amada!
Tu que fostes mãe gentil
Aos filhos desta terra, Brasil!

Salve-nos!! Salve-nos!!



.




10 comentários:

Ronald disse...

Rosa, que texto você achou da Cibele, heim? Inverteu-se o significado da letra e mostrou a realidade crua do Brasil. Parabéns. Mas, falndo em independência, vivemos hoje na maior dependência...

nana' hayne disse...

Que texto!

Trabalhou a bela poesia de nosso hino, com a não menos poesia, porém triste que vivemos,atualmente brilhante!

Veridiana Serpa disse...

Rosa esse texto da Cibele me surpreendeu e é a imagem do nosso país , bela blogagem ... um ótimo feriado para você ... bjs

Raphael Rap disse...

Ótima montagem de palavras... Muito bom mesmo...

O pessoal do duplipensar tem artigos muito bons...

Valeu pelo presente do belo texto!

Luci Lacey disse...

Oi Rosa

E tao bonita a nossa bandeira tremulando.

Verde esperanca.

Deus e justo, uma hora o jogo muda.

Muito bom seu post.

Beijinhos e bom final de semana.

CAntonio disse...

Super inteligente o post.

Deveria ser editorial de muitos jornais.



SDS

Novos Horizontes disse...

Show!
Amei o post com toda essa mistura de hino, canções e gritos que entalamos durante toda a vida!
Parabéns!!!!

Abraços...

Fábio Mayer disse...

Belo exercicio de indignação mesmo...

Jeanne disse...

Apesar do desânimo que me invade, a visão da nossa bandeira tremulando sempre emociona.
Este post ficou muito legal, adorei o teu blog, beijos

Maria Helena disse...

Rosamaria,
que legal, procurei no google uma fato para o post e achei esta. Sorte a minha, bem própria,né???!!!
Bjs

 
^