sexta-feira, abril 27, 2007

As vovós nos consultórios






Tenho ido à consultórios médicos bem mais seguido do que gostaria. Enquanto espero, se não tem ninguém pra me dar conversa, leio.

Ontem lembrei do Xôn e seu post - Teresa e o inferno. Além de duas vovós estarem falando sobre seus netos, outras falavam sobre doença e eu fiquei lendo, não quis me meter em nenhuma.

Achei interessante o que Stephen Kanitz disse numa Veja, não deu tempo de ver a edição, mas deixo o final do texto pra vocês:

" Se você acha que a menopausa vai diminuí-la, que você será menos mulher, fique tranqüila. Você estará é passando para um estágio superior, você estará transcendendo. Passará a ser uma avó, cujo surgimento foi um dos eventos mais importantes que a espécie humana produziu e uma das razões do nosso sucesso como espécie.

Só temos a agradecer o surgimento das avós que cuidaram de nós com carinho e dedicação, em vez de cuidar de mais uma penca de filhos próprios!

Nosso muito obrigado a elas".


Fui chamada assim que acabei de copiar.


Minha filha vive dizendo: "come isso que vai te fazer bem", "faz isso, ou aquilo, vai te fazer bem". Eu lembrei dela e disse para as que só falavam em doença: "leiam isso, vai fazer bem pra vocês"

Não sei se elas leram, quando saí elas não estavam mais lá.

12 comentários:

marcia disse...

sabe o que faz bem pra uma vovó?
ter um bloguinho. :D

já pensou, a netinha no colégio, dizendo pras amiguinhas: "minha avó tem um blog, a sua tem?"

hahahahaha... vai MATAR as outras de inveja.
vai DESFILAR com a avó e as amiguinhas vão pedir autógrafo. pra ela, claro.

Luci Lacey disse...

Oi Rosa

Mas tem pessoas que so falam em doenca mesmo, adoram se fazer de vitimas (claro, nao vamos generalizar, tem pessoas que sao realmente doentes e requer cuidados)

Mas e bom sermos assim, vovos pra frente, alegres, felizes e como diz a Marcia com um blog para fazermos boas amizades.

Beijinhos e bom final de semana.

Graziana disse...

espero que elas tenham lido :)

minha avó é do tipo que adora falar e arranjar doença, que coisa ...

bjocas

Rosamaria disse...

Márcia
a-do-rei teu comentário!!!
huáhuáhuá


Luci
eu tb falo em doença, é normal, mas não só de doença. era uma puxa pra cá, puxa pra lá, precisava ver, parecia um concurso pra ver quem tinha mais o que dizer.
eu, hein!

Grazi
tua vó deve ser do tempo da minha mãe. elas eram tudo assim, só mudava o endereço. eu conheço algumas da minha idade que não conseguiram se atualizar.

ELAS NÃO TÊM BLOG, NÉ, MÁRCIA?
HUÁHUÁHUÁ

Sean Hagen disse...

*




Rosa, tu seria a única com quem eu iria conversar naquela sala de espera.
porque se é maravilho ser vó, é maravihoso ser Rosa também.
acima de tudo, ser você, faz o mundo crescer a tua volta.
e quem de olha te vê grande, como deve ser.





*

Rosamaria disse...

Cosquirídia que tu é, Sean!

Eu sou como um espelho, reflito os que estão na minha volta!

Não pensa que eu inventei essa frase, conheço de algum lugar, mas é o que sinto.

Vocês tb me fazem assim!

Bjão.

Ah! Ainda vou ser deserdada?
huáhuáhuá

Sean Hagen disse...

*




vai.
:x





*

Ana disse...

"Vó" Rosinha!!

"Se todas fossem, iguais a você..."

Luci Lacey disse...

Oi Rosa

E tao bom encontrarmos na net, gente bonita e carinhosa, assim como vc.

Beijinhos

Rosamaria disse...

Ana!

Me emocionei!
Chamavam minha avó de Rosinha e eu sempre sonhei que meus netos me chamassem assim. Queria ser igualzinha a ela, mas ninguém será, jamais!

Bjão.



Luci!

Adorei te encontrar por aqui tb!

Bjs.

Lu disse...

Provavelmente foram fazer o que tu indicou...hehehehe. Tenho saudade de minas avós, mas sinceramente... quer saber??? acho que ainda tô muito nova pra ser uma... apesar de ter um filho com 25... mas ainda quero curtir muito minha fase mãe....

ai.... tenho meda de ser vó.....heheheh

Rosamaria disse...

Lu,

não tenha meda de ser avó, é a melhor coisa do mundo, a gente dá carinho, faz as vontades, mas quem tem que ensinar são os pais. Nós só bagunçamos!

Bjs.

 
^