quarta-feira, abril 29, 2009

MEIAS JUSTIÇAS - NÃO NOS CONFORMEMOS COM ISSO.

.
Lá no Flávia, Vivendo em Coma..., a Odele, mãe da Flávia, que tantas vezes falamos aqui neste blog, está com um áudio muito bom, de uma entrevista, feita por uma amigo seu de Portugal, o Antônio, do blog Pesciscas, que tanto tem ajudado a divulgar o caso da Flavinha.

Ela diz:

Mais uma vez me utilizo deste recurso do post sonoro para estar mais próxima de vocês. Nesta nossa conversa, um resumo dos últimos acontecimentos, tendo em vista o recente julgamento do processo de Flavia pelo Superior Tribunal de Justiça em Brasília e uma idéia do que pretendo fazer daqui pra frente, pois considero que o caso de minha filha não está encerrado, já que a empresa JACUZZI DO BRASIL, apesar de ter sido considerada co-responsável, por um Desembargador em São Paulo e um Ministro de Justiça em Brasília, ao final, não houve consenso da justiça, e essa empresa, mesmo com insuficientes informações em seus manuais, não foi condenada como co-responsável pelo acidente que deixou Flavia em coma vigil irreversível.

A justiça para Flavia, não se fez por completo. Ainda não. Por isso, haveremos de seguir. Até onde? Até onde necessário for. Que a justiça se faça para Flavia e para todos que por ela buscam e lutam de forma íntegra, clara, transparente. Que a justiça se faça para todos nós, não de forma parcial, mas por completo porque é assim que deve ser, porque é assim que uma justiça merece ter esse nome. JUSTIÇA!

Ouça a entrevista completa.

.

5 comentários:

Georgia disse...

Rosa, desculpa que nao apareci, vou colocar a leitura aqui em dia. Agora que o Movimento Natureza acabou e os posts estao no blog fico aliviada, foi um trabalho e tanto e gracas a Deus que a Beth me ajudou em muita coisa pois, essas coisas dao trabalho.

A Odele é mesmo uma lutadora. Ela está certa, em nao se calar.

Um abraco

Meire disse...

Rosa, a Odelle é uma grande mulher. Tiro o chapèu pra ela.
Bjs

tita coelho disse...

Rosa a Odele é uma das pessoas mais fortes que conheço! A luta dela é justa!
Beijos menina

Mario disse...

Infelizmente a injustiça acontece e culpados saem ilesos enquanto inocentes pagam o preço. É o caso da causa da Odele. A justiça não se fez por inteiro. Eu acredito na Justiça, mas, como tenho visto recentemente, inclusive na minha vida pessoal, nem sempre a Verdade prevalece e nem sempre as pessoas apóiam a luta daqueles que buscam a verdade. No final das contas, é isso que acontece: inocentes são prejudicados e acabamos tendo que aceitar que acima daqui está a Justiça Divina e esta nunca falha. Mas, confesso a você, tem coisas que doem demais, principalmente quando partem de pessoas que tanto admiramos.

Ana disse...

Acho que tudo já foi dito a respeito deste caso...

Ainda bem que a Odele não desiste e dá um belo exemplo de mãe e cidadã!

 
^