quinta-feira, abril 30, 2009

Licor de butiá

.




A Rosane, do batuque na cozinha, quer saber como eu faço licor de butiá. Da mesma maneira faço de ameixinha amarela, framboesa, pitanga ou qualquer outra fruta silvestre.


Como a maioria das coisas que faço na cozinha, é no olhômetro, então eu tiro o caroço dos butiás, depois de lavá-los bem e ponho em fusão na cachaça, dentro de um vidro grande e bem fechado, por tempo indeterminado, isto é, no mínimo um mes, mas quanto mais tempo ficar, melhor. Deixo até de um ano para outro.

Depois faço uma calda fina, não me perguntem a quantidade de açúcar nem de água, porque faço bastante, para mais de um sabor de licor e vou misturando a cachaça curtida e coada, na calda.
Para saber se ficou bom, só provando e acrescentando mais ou menos calda ou cachaça.

Entenderam? Tem que provar. E esta é a melhor parte.

.

6 comentários:

Ângela Coelho disse...

Vivendo e aprendendo! Rosamaria eu não sabia que tirava o caroço do butiá. O problema é deixar descansar quase um ano. Tenho que esconder do maridão.kkkkk
Beijos no teu coração.

Carlos Emerson disse...

Hum... gostei do "tem que provar"!!!!!
Um beijão, Rosa!

Mario disse...

Nosa, Rosa, não pode errar muito amão se não, de tanto provar...rs.

Aninha Pontes disse...

Hum, parece muito bom.
Eu não conheço butiá.
Esses dias fiz um licor de figo, não sei e ficou bom, não experimento, mas beberam quase tudo já.
Rosinha deixei um presente prá vc lá.
Fique à vontade para aceitar ou não.
Beijos

Grace Olsson disse...

ROSA, NUNCA VI ESSA FRUTA NA VIDA.MAS PELO JEITO É BEM GOSTOSA. bjs e dias felizes

Ana disse...

Ahh! Esta parte da calda eu não sabia!

O pai faz, todos os anos, para presentear os amigos! (Tu precisas ver o tamanho da garrafa que tem lá em casa!! Heheheh!)

 
^