domingo, agosto 12, 2007

Dia dos Pais

.




SAUDADES DO MEU PAI
Marta Green


Falar sobre pai é falar de amor...

Sentir sua falta é algo inexplicável. Mas, tentarei expressar esta saudades, através dessas humildes palavras com muita dor.
Pai... Sinto falta de:

- Sua voz que me aconselhava com ternura;
- Do seu olhar sereno com doçura;
- De suas mãos me reerguerem quando eu caia;
- De seu abraço que me envolvia;


Pai, com sua proteção eu nada temia!

E seus conselhos eram para o meu bem... Pai eu estou tanta saudades!

Sem invejar, vejo as pessoas que tem pais, que muitas vezes os maltratam com gestos e palavras, não valorizando-os, então penso:

Pai daria tudo para poder novamente:

- Sua mão segurar;
- Seus miúdos olhos a me contemplar;
- Sua voz ouvir;

E ter uma nova chance de dizer: EU TE AMO!


E ser carinhosa, menos teimosa, ter tempo para conversar os seus assuntos preferidos.


Pai e Mãe... Não deveriam jamais morrer.


Pois, quanto mais se vive é pouco para dizer: Eu te amo PAI!


Quem tem seu pai vivo, não desperdice o tempo, fale sobre o seu amor por ele HOJE... Pois, AMANHÃ pode ser tarde demais...






~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~






Hoje, no Dia dos Pais, venho fazer uma homenagem ao Tabajara, o pai dos meus filhos









e a todos os pais que me visitarem.




.

3 comentários:

Luci Lacey disse...

Rosa

Parabens ao papais da sua familia.

Quem tem um pai nao desperdice mesmo.

O meu ja esta la em cima, tive a felicidade de ter um bom pai.

Beijinhos

Veridiana Serpa disse...

oi Rosa, já adicionei seu blog na lista de blogs que participarão da Blogagem Coletiva do da 17.08, tenha uma ótima semana ...

Ana disse...

Lindas as fotos!!

Beijos no Tabinha!!

:)

 
^