domingo, maio 27, 2007

Tardes de Lindóia

.

Hoje escutei essa música no Som Brasil e voltei às aulas de Canto Orfeônico do ginásio. Vocês já tinham ouvido falar nisto?

Sim, eu sou daquele tempo. Não do Canto Orfeônico do Villa Lobos, mas de quando era o nome da disciplina de música.

Procurei pelo audio e não achei. As fotos da cidade são em resolução mínima que, mesmo salvas em arquivo não aparecem, ou eu não sei como fazer. Mas vai a letra.

Dá uma saudade da professora Iolanda e dos colegas!



Tardes de Lindóia


Composição: Zequinha de Abreu e Pinto Martins

Tardes silenciosas de Lindóia
Quando o sol morre tristonho
Tardes em que toda a natureza
Veste-se de véu, e de sonho
Baixo os arvoredos murmurantes
Da tênue brisa a soprar
Anjinho dos sonhos meus
Não sabes tu como é sublime contigo sonhar
Longe lá no horizonte calmo
As nuvens se incendeiam
Num incêndio de luz
Vibra e se exalta minh’alma
Na sensação que a seduz
Um plangente sino toca
Chamando à prece a todos
Os que ainda sabem crer
Então eu sonho e creio
Beijar tua linda boca
Para acalmar o meu sofrer.



.

3 comentários:

Graziana disse...

que maravilha hein, aula de canto :)
quase comecei uma , certa vez, mas depois deixei de lado, quem sabe um dia faça ;)

Luci Lacey disse...

Oi Rosa

Tambem tinha aula de canto, primeira serie do ginasio he he.

Bons tempos.

Beijinhos e boa semana

Maria Helena disse...

Rosa, sou mãe da Vivien.
Eu também tive aula de música no ginásio, além de canto orfeônico, tínhamos também uma bandinha, em que a maestra era a própria professora da disciplina.
Essa bandinha era composta de: pauzinhos, colheres, maracas,triângulo, reco-reco e acordeon. Passei por todos os instrumentos até a 4ª série, não era nem de longe, apesaar da simplicidade dos instrumentos, uma bandinha infantil. Bons tempos, que saudades.bjs

 
^